IV Congresso de Psicanálise em Língua Portuguesa


Desde tempos imemoriais que as relações entre os homens têm sido pautadas pelo exercício abusivo do poder de uns sobre outros. A escravatura é disso um exemplo paradigmático.

Inicialmente, o escravo era o despojo/troféu da batalha a que o vencedor tinha direito. Mas tudo isto mudou quando as potências europeias deram início, a partir de meados do século XV, a um monstruoso tráfico comercial humano entre a Europa, a África e a América. Estima-se, hoje, que cerca de 25 milhões de africanos tenham sido deportados e reduzidos a escravos entre 1444 (data da primeira expedição de captura em massa, narrada por Gomes Eanes de Zurara) e 1888 (data da abolição da escravatura no Brasil).