banner_site_1 (2).png
Confira os momentos do
Regional Centro-Oeste

Encontro Regional Centro-Oeste

 

O Encontro Regional Centro-Oeste ocorreu no dia 14 de novembro, fechando a sequência de Regionais propostos pela ABC em um novo formato, desta vez, nos encontramos virtualmente. Escolhemos o tema "Ressonâncias da Formação Psicanalítica on-line" pois vivemos um momento extremamente novo e delicado para a psicanálise em todo seu contexto. A imposição das relações virtuais trazidas pelo coronavírus abriu um novo capítulo de reflexão, investigação, experiência e desenvolvimentos teóricos inerentes a esta demanda, na qual, nós como analistas em formação, indagamos quanto ao alcance, limitações, possibilidades, e riscos implicados em uma relação analítica virtual o que para nós inclui a formação psicanalítica on-line.

Nossa região é composta por duas Sociedades (SPMS, SPBsb) e um Grupo de Estudos (GepGoiânia). Iniciamos o encontro com a fala da presidente da ABC, Aline Wageck e das diretoras dos Institutos das três organizações que compõem a Região Centro-Oeste. No primeiro momento analistas em formação da Região discutiram o tema e participaram da apresentação de dois trabalhos, um da colega da SPMS e outro escrito por colegas da SPBsb contando a experiência deles em grupo que se formou diante do contexto da pandemia.

 

"O instituto de formação pode ser um espaço privilegiado de elaboração e realização simbólica. Suponho que todos que estão no instituto já ultrapassaram o período dos primeiros fenômenos transicionais, chegaram à constituição de um espaço potencial e um objeto transicional, o campo transicional é uma grande ideia que recusa a encerrar esse dilema e já devem estar abertos ao campo da vida cultural. Ela se situa nessa terceira realidade, nem interna nem externa, chamada de área intermediária, que é justamente a do símbolo e do pensar. O instituto é, portanto, o próprio espaço para isso. É adequado para que as pessoas nele se desenvolvam. No âmbito de uma instituição, os participantes precisam estar interessados na própria liberdade de pensar, dispostos a interrogar as suas próprias certezas, seguros para problematizar as suas concepções."

Jamile Tannous - SPMS

 

No segundo momento colegas de todo o Brasil participaram de uma roda de conversa e debateram a formação psicanalítica on-line, momento esse rico e oportuno para troca de experiências, onde todos nós vivemos as mesmas dificuldades, com cada instituto se comportando de uma forma e cada um de nós buscando a melhor adequação para dar continuidade aos atendimentos, seminários e supervisões, dando ênfase sempre à importância da escuta analítica. A atividade como um todo foi tomada por um clima de descontração sempre apoiada por discussões pertinentes sobre a função analítica e nosso espaço como candidato.

Gostaria de agradecer a diretoria da ABC pela oportunidade e incentivo, as representantes ABC nos Institutos, Luzia de Souza Patusco (SPMS), Joana Beatriz Rodrigues (SPBsb) e Nilce Maria Costa (GepGoiânia) e a diretoria da ACAN-SPMS (Manoela Maluf Bortolato, Ide Almeida Crispim e Cristiane Nascimento Karmirczak  pela parceria na organização deste evento.

Elisa Bianchini Lanzanini - Conselheira ABC Região Centro-Oeste

 

"O evento rendeu reflexões bem importantes sobre a nossa formação neste momento. Foi ressaltado a importância do nosso vínculo institucional, como base e sustentação do nosso crescimento enquanto analistas, principalmente frente a adversidades. Além das perdas relativas a pandemia, também foi avaliado os ganhos e a ampliação da psicanálise e o papel dos candidatos em favorecer a abertura de novas possibilidades que são oferecidas. Consideramos também como os pares estão mais unidos, o que faz pensar sobre um maior estreitamente dos vínculos e sentimentos de pertencimento. Foi bem afetivo e vivo!"

Luzia de Souza Patusco - Representante ABC na SPMS